Cachorro com frio: veja 4 dicas para aquecer o seu pet!

O frio chegou, algumas pessoas amam, outras nem tanto, mas você sabia que precisamos tomar alguns cuidados com os nossos peludinhos no frio?

Mesmo com uma camada considerável de pelos – que os ajudam e protegem –, alguns pets sentem bastante frio. E se você pensa que somente os cachorros e gatos de pelos curtinhos podem se incomodar na estação, você se engana! Os mais peludos também sentem o desconforto da sensação de inverno, viu?

Quer ficar por dentro dos cuidados necessários para o seu animalzinho durante o inverno? Então, acompanhe a leitura e saiba o que pode ser feito para deixar seu pet quentinho e confortável, como proteger a casinha do cachorro do frio. Aproveite para ter ideias ainda mais aconchegantes como essas.

Afinal, o que fazer com o cachorro no frio?

Vamos combinar que no frio nós humanos ficamos um pouco mais retraídos, não é mesmo? Se engana quem pensa que com os pets isso não acontece. Aliás, é comum que um ou outro cão rejeite a comida para dormir até um pouquinho mais tarde sob as cobertas.

Como um ótimo tutor, se você chegou até aqui neste conteúdo é porque deseja saber como manter os bichanos aquecidos no frio, certo? Hoje, eu, Malu Araújo, selecionei algumas dicas de como deixá-los quentinhos por mais tempo. Confira:

1 – Deixe-os agasalhados com roupinhas pet

Roupinhas ajudam, mas vamos combinar que nem todo cachorro gosta – e os gatos menos ainda, né? Por isso, outras dicas podem te ajudar.

Cachorro em fundo branco com roupinhas de lã colorida

Uma boa alternativa é: compre sempre roupinhas de tecidos confortáveis e tamanhos compatíveis com o seu pet. Se a confecção atrapalhar seu pet a andar, brincar e fazer as necessidades diárias, saiba que ele não irá curtir nenhum pouquinho.

Algumas pessoas podem até colocar uma roupinha mais justa para que o pet não consiga tirar, mas vamos combinar que eles são mestres em encontrar um jeitinho de se ver longe delas.

Entretanto, quando estão muito justas, elas dificultam os movimentos. Uma dica de ouro é acostumar o pet a usar roupinhas desde filhotes. A hora do passeio, por exemplo, pode ser uma oportunidade – e tanto! – no momento de acostumá-los, viu? Afinal, se eles associarem a utilização dessas vestimentas a instantes de lazer, vão se tornar mais adeptos.

Mas se você já tentou e viu que roupinha não é mesmo a praia do seu pet, não se preocupe! Existem outras dicas para ajudar ele a ficar quentinho neste inverno!

Observação: para os gatinhos espalhe mantas pela casa. Nada de guardar o seu cobertor no armário fechado – pelo contrário! – se puder, deixe a porta do guarda roupa aberta para que seja mais uma opção de caminha para ele. Uma ótima ideia é forrar as prateleiras com tecido que, além de aquecer, ajudam a superfície não ficar derrapante.

2 – Evite passeios em horários mais frios

Mulher no litoral passeando com dois cachorros de porte grande

Já para os cachorros, evite passeios em horários que o frio está mais intenso, cuidado com passeios na chuva, mas aproveite e dê uma pequena corridinha com seu amigão para ajudar a aquecer. Veja se a cama dele não está muito perto de uma janela ou bem na linha de uma corrente de ar gelada, e claro, capriche na escolha da caminha de cachorro.

Você pode optar por ter uma cama para eles usarem no inverno e outra no verão, porque não? São tantos modelos lindos que fica até difícil escolher.

Cachorro em sua casinha de pelinho branco com rosa

Atenção especial aos pets idosos, é muito comum quando estão mais velhinhos surgirem problemas relacionados a idade que podem agravar dores articulares com a temperatura baixa, então se perceber qualquer alteração no comportamento do seu idosinho, faça uma massagem bem relaxante nele, deixe ele bem quentinho e não exite em fazer um check up de saúde.

3 – Prefira banhos com intervalos maiores e uma boa secagem

Espace o banho do seu aumigo. Sei que todo mundo gosta de ter um bichinho bem cheiroso para apertar, dar muitos beijinhos, dormir agarradinho e, por isso, a frequência de banhos deve ser um assunto discutido com seu veterinário de confiança.

Porém, em períodos de baixas temperaturas tenha cuidado com o excesso de banhos, principalmente se ele for realizado em casa. Afinal de contas, os secadores domésticos podem deixar a pele do seu doguinho úmida e fazer com que eles adoeçam.

Cachorro tomando banho no inverno

4 – Não ofereça nada quente para os cães

Ah, vale lembrar que mesmo que para nós seja uma ótima pedida tomar uma sopinha ou um cafézinho quentinho, não ofereça nada quente ao seu pet sem orientação. Os alimentos devem ser oferecidos na temperatura ideal, bem como frutas que o seu cachorro pode comer.

Cachorro em um jardim com um pedaço de melancia entre as patinhas

E super importante: não esqueça de checar sempre e ter atualizada a carteira de vacinas do seu pet, algumas vacinas ajudam a manter eles mais saudáveis no frio.

E então, já sabe como manter seu dog protegido das baixas temperaturas? Vale a pena seguir cada uma das nossas dicas e tentar enquadrá-las na realidade dos seus animaizinhos. Gostou? Compartilhe o conteúdo e confira também como adestrar cachorros com truques fáceis e inteligentes.

Até mais!

Deixe um comentário