dormir com os pets faz mal

Dormir com cachorro faz mal? Descubra já!

Nós sabemos o amor que tanto nutrimos por nossos animaizinhos – damos carinho, amor e parte do nosso tempo. Por esse apego ser quase paternal ou maternal, muitos donos o deixam dormir junto com eles na cama. Mas será que dormir com o pet faz mal?

Uma coisa podemos te adiantar: não faz mal, mas alguns cuidados devem ser tomados para que tudo fique bem no dia a dia e no sono – tanto no seu quanto do seu animal de estimação.

Não se pode negar: o vínculo criado entre dono e animal é grande e favorece a amizade entre os dois. E existem estudos que dizem que dormir com o seu pet também evita estresse e depressão, trazendo ótimos benefícios emocionais.

Há também os pontos negativos em dormir com o seu pet. Caso ele tenha alguma doença que possa ser transmitida ou caso você seja alérgico, são pontos para observar. Os animais costumam se mexer bastante e, principalmente os cachorros, costumam roncar. Caso você tenha um sonho leve isso pode também ser um problema.

Será que dormir com o pet faz mal – Anote dicas para evitar problemas!

Separamos algumas dicas importantes para você dormir com o seu pet sem problemas. Confira!

  • Higiene é fundamental

Dormir com o pet não faz mal, como já dissemos. Mas, o cuidado com a higiene é fundamental. No caso dos gatos, mantenha uma frequência de escovação regular para diminuir os pelos na cama que podem causar alergias. No caso dos cachorros, os de pelos maiores costumam perder menos pelos do que os de pelos curtos – se atentar a isso pode ser um fator importante.

Uma dica é deixá-los por cima do lençol, facilitando na hora de limpar os pelos.

Verifique se seu pet está com as vacinas em dia pois, mesmo que ele seja limpinho e manso, ainda há doenças que ele pode passar para você ou você para ele, que podem prejudicar ambos.

Outro ponto importante é observar se seu cão ou gato fez suas necessidades antes de ir para o quarto, para que não haja imprevistos em cima da cama. O melhor é acostumá-lo a fazer antes de ir para a cama, como costumamos fazer com uma criança.

  • Cuide de sua noite de sono

O laço entre você e seu animal doméstico com certeza ficará mais forte, mas se atentar a alguns detalhes importantes para que ambos os sonos rendam é fundamental para que você e seu pet tenham uma ótima noite de sono – e pode ficar tranquilo: seu animal ainda vai te amar mesmo que você o coloque para dormir em sua própria caminha.

No caso dos gatos é bom cortar suas unhas para que você não acorde com arranhões surpresas por todo o corpo.

Em relação aos cachorros, os roncos e movimentos podem também atrapalhar seu sono, principalmente em caso de sono leve, como dito mais acima. Por isso às vezes compensa deixá-lo em seu lugarzinho no chão.

  • Mostre que você é quem comanda.

O animalzinho precisa entender que a cama é seu espaço, principalmente os cães. Eles costumam se sentir donos do pedaço e às vezes até rosnar para você quando você se mexe ou deita, e você precisa mostrar que está no comando. Fale “não” com firmeza e mostre quem está no controle. Já os gatos às vezes inventam de brincar no meio da noite ou pegar seu pé quando você se mexe. Falar com firmeza também serve para eles. Os bichanos precisam entender que as brincadeiras devem terminar na hora de dormir.

Dormir com o seu animal de estimação pode também influenciar na personalidade dele, deixando-o mais dominador ou agressivo com pessoas estranhas que possam vir a dormir ou mesmo sentar na cama ou até em outros lugares da casa. Por isso é importante deixar claro para o bichinho que você é quem coloca as regras. Ele precisa entender que a cama não pertence a ele e que ele é o convidado ali.

Caso seu gato ou cão continue tendo problemas em entender que o dominador do quarto é você, mesmo o corrigindo dos maus comportamentos, outras medidas precisarão ser tomadas para que ele entenda isso. Entender que é necessário essa repressão para o convívio entre animal e dono é de muita relevância. Uma boa dica é ter a cama dele no quarto para mandá-lo para lá quando houver casos de desobediência. E lembre-se: é necessário ser firme. Os animais precisam entender que você é o dono da casa para que eles tenham uma boa convivência com você, com sua família e com as visitas.

 

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *