Filhote novo em casa: Preparando um ambiente seguro!

como preparar um ambiente seguro para o filhote novo

Filhote novo em casa: Preparando um ambiente seguro!

O pequeno inquilino acabou de deixar para trás tudo o que lhe era familiar, sua mãe, seus irmãos…. Por isso, você deve dar boas vindas da melhor maneira possível pra ele se sentir acolhido e amado no novo lar.

Antes da chegada do pequeno, lembre-se de deixar o ambiente seguro para ele. Você sabe como fazer isso? Separamos algumas dicas no texto de hoje. Confira!

 

Tenha um espaço próprio para o filhote

Seja qual for o animalzinho, quando filhote eles dormem muito. Por isso, é muito importante que eles tenham sua caminha em um lugar seguro e quietinho para não ser perturbado. Mantenha ali sua casinha, um brinquedo, água limpa e fresca à vontade e alimentação rotineira – sempre nos mesmos horários. A rotina ajuda o filhote a se adaptar ao novo lar, principalmente se manter a mesma rotina de sua casa anterior. Se necessário, peça para o antigo dono uma pequena quantidade da ração que o pequeno comia lá, para melhor adaptação.

Mesmo ele tendo seu próprio espaço, não o deixe abandonado. Brinque com ele regularmente, em pequenas sessões e com brinquedos apropriados, para que ele se acostume com você e sinta cada vez mais liberdade no ambiente.

 

Projete seus móveis

Gatinhos e cachorrinhos precisam de muito cuidado e carinho e sabemos que a maioria dos donos desses pequenos bichinhos são loucos por coloca-los na cama ou no sofá. Para nós e para eles ficarem mais à vontade, a melhor opção é proteger seus moveis com protetores próprios para cada um.

Você encontra tanto impermeáveis como permeáveis, de várias cores e tamanhos para seus móveis continuarem bonitos e novos mesmo com a presença do pequeno peludo.

Devemos levar em conta também que gatos e cachorros adoram cavar buracos e arranhar tudo o que encontram, principalmente, móveis e sapatos preferidos dos donos, não é mesmo? Uma das maneiras de evitar isso é cortando suas unhas regularmente. Na maioria das vezes os arranhões são para lixar as unhas que os incomodam, principalmente animais que ficam em apartamentos. Além disso, há várias outras maneiras de evitar os estragos, como borrifadores e adestramentos.

 

Pense no espaço em que o filhote irá viver

Poucas pessoas se atentam a esse detalhe, mas é uma das coisas mais importantes para se ter um animalzinho em casa: espaço.

Com quintais cada vez menores ou que não existem e apartamentos também pequenos, os animais são os que mais sofrem pela falta de espaço, podendo ficar agressivos e estressados. Por isso é muito importante observar o espaço de sua casa e adotar ou comprar um animalzinho que se sentirá confortável ali.

Cachorros maiores ou de porte médio devem ser criados em casas grandes, com um bom espaço para eles correrem e brincarem. Já os cachorros menores e gatos conseguem viver em apartamentos. Mas não é só isso! Mesmo no “espaço ideal”, é muito importante sair para passear com eles! Tanto os grandes que já possuem o quintal, quanto os pequenos que estão no apartamento, precisam passear e conhecer o mundo afora, armazenando novos cheiros e socializando com outros bichos e pessoas, tornando-se, assim, um animal mais saudável e evitando a agressividade.

Cachorros que passeiam regularmente e moram em apartamento são muito mais saudáveis e felizes do que cachorros que moram em casas grandes e não passeiam nunca. A saúde mental e física do cachorro melhora muito, além de ajuda-lo a ter uma personalidade mais branda e corajosa, por conviver com mais pessoas e animais.

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *