Como fazer um gatinho novo ser aceito pelo mais velho?

Como fazer um gatinho novo ser aceito pelo mais velho

Como fazer um gatinho novo ser aceito pelo mais velho?

Quando já temos um animalzinho em casa, é comum querermos adotar mais um ou dois, para fazer companhia para o que já temos. Mas nem sempre é fácil unir os dois animaizinhos de primeira, principalmente quando são dois gatinhos. Como todo dono de gato sabe, esses bichinhos são totalmente territorialistas. Acreditam dominar o lugar que estão morando até mais do que nós! Ao trazer um novo integrante peludo para a casa, são necessários vários cuidados importantes e muita paciência.

Como sabemos o quanto é difícil dosar os carinhos e as ações para que eles se sintam bem e entender como lidar, separamos algumas dicas para ajudar seus bichanos a se entenderem:

 

Apresente-os aos poucos

O risco ao coloca-los frente a frente é enorme. Pela personalidade arisca dos gatos, eles levam um tempo para se acostumarem um com o outro. Por isso é de extrema importância ter paciência.

O melhor a fazer é separar um cômodo para o filhote longe visualmente do outro gato, deixando que ele se sinta à vontade com sua própria caminha, caixa de areia, água e ração. Como o olfato dos gatos costumam ser aguçados, ambos vão perceber a presença um do outro na casa e aos poucos irem se acostumando com o cheiro.

 

 

Caso você queira acelerar o processo de aceitação pelo cheiro, você pode pegar dois pedaços de panos limpos e deixá-los com os gatinhos. Depois de uns dias, troque os panos.

Uma dica legal é também alternar brinquedos entre eles e alternar os lugares em que estão ficando, para sentirem o cheiro e se familiarizarem.

 

Deixe-os ter contato visual

Depois que já estiverem à vontade com o cheiro, deixe que façam contato visual. Uma opção é você coloca-los entre uma porta de vidro, onde não há perigo de se atacarem, ou um em cada peitoral e aproxime-os devagar – não esquecendo que eles precisam fazer isso no tempo deles. Há gatos que se aproximam em minutos, outros em horas e outros só em dias. Paciência e cuidado é essencial em todas as etapas.

Uma ótima opção também é brincar com os dois ao mesmo tempo – isso deixa o ar descontraído e eles ficam mais relaxados. De preferência brinque você com o mais velho e deixe outra pessoa brincar com o filhote.

 

Faça com que a experiência seja agradável

Talvez com o gatinho bebê seja mais fácil a aceitação do maior, mas o mais velho, que antes tinha uma casa e donos só pra ele, pode ter muita dificuldade de aceitar o pequeno. Por isso, nunca se esqueça de demonstrar carinho e importância para o maior, principalmente quando o filhote estiver perto. Você pode também apostar em petiscos para o mais velho quando ele estiver vendo o filhote ou sentindo o cheiro.

Mesmo sendo em menor escala, o filhotinho também terá dificuldades em aceitar o mais velho sem ficar com medo ou assoprando para ele. Por isso, o ideal é você também associar o cheiro e imagem do maior a algo bom, como oferecer petiscos ou carinhos.

 

Evite provocar ciúmes no mais velho

Quando chega um novo integrante na família, ao contrário do que todos costumam pensar, quem mais precisa de atenção e carinho é o gato mais velho. A gente sabe que o filhotinho é lindo e da vontade de ficar com ele perto todo o tempo, mas é essencial dar atenção e carinho ao irmão que está há mais tempo em casa. Precisamos dar essa atenção, porque ele precisa se sentir seguro com o novo integrante e não trocado.

Caso o maior tempo seja dedicado ao filhote, a confusão entre eles pode demorar mais ainda para se acalmar, mantendo o clima da casa pesado cada vez que se trombarem. Ou talvez nunca acalme e sempre que chegarem perto terá assopros e pelos arrepiados.

Quando der carinho para o pequeno, sempre se lembre de dar para o grande também e isso deve acontecer com todas as coisas. Ração, agrados, brincadeiras, etc. Tudo que o pequeno receber tente proporcionar a mesma coisa para o grande, de preferência ao mesmo tempo para que o gato não se sinta trocado.

 

Meus gatos já cresceram e ainda não se dão bem, e agora?

Muita gente pensa que não tem mais o que fazer e o jeito é deixar os bichanos como estão, se evitando e o dono tendo sempre que ficar de olho para não sair brigas. Mas as coisas não são assim!

Caso seus gatos já estejam grandes e ainda não se dão bem, dá sim para arrumar a situação entre eles! A única coisa que você precisa fazer é esse mesmo processo que explicamos acima com eles. Dá super certo com os grandes também e a convivência será muito melhor em casa!

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *