Como evitar puxões durante os passeios com o cão?

Como evitar puxões durante os passeios com o cão

Como evitar puxões durante os passeios com o cão?

Com certeza você já presenciou ou até mesmo vivenciou a comum situação de, durante um passeio com o cão, ele começou a puxar a coleira de maneira bastante forte, quase tirando o seu dono do chão, não é verdade? E a dúvida de quem tem pet é justamente sobre como evitar puxões durante os passeios.

Essa atitude impensada do cachorro pode dificultar muito um momento que deveria levar alegria ao animal que, por vezes, vive dentro de apartamento, ou casa pequena e precisa conhecer lugares novos para o seu próprio bem-estar, a fim de evitar estresse, tristeza e demais fatores que podem deixá-lo abatido. Afinal, ninguém gosta de ficar trancado dentro de uma casa 24 horas seguidas, não é mesmo?

Normalmente, esse tipo de acontecimento se dá quando o animal ainda não foi adestrado e não entende a necessidade de se comportar diante de outras pessoas e localidades. Se você tem passado por tal embaraço e não sabe como proceder, é hora de se atentar a algumas dicas importantes que podem solucionar o problema. Acompanhe a seguir!

 

Como evitar os puxões durante os passeios? Dicas! 

Como dito anteriormente, a situação é bastante comum. Frequentemente avistamos pessoas atravessando o mesmo impasse. E, sejamos sinceros, há instantes em que fica bem complicado lidar e controlar o contratempo, não é? Mas, acalme-se, é possível amenizá-lo!

  • Mantenha a calma e tenha paciência

Esses são os primeiros passos essenciais para começar o adestramento. É preciso controle! Não adianta brigar, se irritar e descontar a raiva momentânea no bichinho. Ele não tem culpa e noção do que está acontecendo de fato.

A educação do cão deve iniciar desde filhote, apresentando-lhe palavras firmes e comando a serem seguidos. Além disso, é muito importante que todos os membros família façam parte desse processo, utilizando os mesmos termos para que o animal se acostume e compreenda o que está se passando ali.

Feito isso, é hora de tentar ir à rua para um novo passeio. A orientação é que se utilize uma coleira e peitoral anti-puxão por serem mais fortes, eficientes e precisos em casos como esses. Há diversos modelos e tamanhos diferenciados dos produtos disponíveis no mercado. Escolha aquele que se adeque a altura e peso do seu pet e coloque-o ainda dentro de casa, fazendo com que ele já suponha que se trata do momento de passear.

Não tenha vergonha de conversar com o cachorro enquanto caminha. É fundamental que ele ouça sua voz e seus comandos para compreender que puxar a coleira durante a caminhada é errado. A ideia, para estimulá-lo, é sempre oferecer um agrado para que ele associe a ocasião, o bom comportamento, com o recebimento de um prêmio.

  • Fale com um adestrador em casos mais difíceis

A maneira de adestramento citada acima pode ser feita por você mesmo, dono do pet, desde pequeno, para que ele cresça habituado com as ordens, que precisam ser firmes, mas nunca soarem como tipos de maus tratos ou grosseria. Afinal, carinho é imprescindível para uma boa educação.

No entanto, a tarefa de educar, por vezes, se torna mais complicada. Caso a situação saia do controle, ou o cachorro não esteja conseguindo fazer as associações necessárias, busque por um adestrador profissional. Ele desenvolverá um trabalho mais intenso e eficaz com o animal e montará um plano a ser seguido também em casa. A atividade tem de ser conjunta e não somente deixada para o profissional.

 

Essas foram algumas dicas básicas para evitar, ou pelo menos amenizar, os frequentes puxões na coleira durante os passeios com o seu pet. Coloque-as em prática e, sem dúvidas, serão notadas diferenças em relação ao comportamento do cão. Visite nosso site!

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *