cães e gatos conseguem viver juntos

Cães e gatos conseguem viver juntos?

Desde os desenhos infantis e filmes a regra é que cachorro e gatos são inimigos mortais. Crescemos com essa ideia na cabeça e às vezes é difícil desvincular. Donos de gatos e cachorros ainda ouvem muito aquela famosa frase “mas eles não brigam, não?”.

Mas hoje, com os milhares de vídeos e fotos que encontramos na internet sobre esses bichinhos e a amizade que alguns possuem, é difícil encontrar quem ainda não se apaixonou por essa convivência fofa!

A disputa entre cão e gato existe sim, mas também existe muito amor e harmonia entre esses dois bichinhos tão queridos por nós. Como não é uma verdade absoluta e cachorros e gatos podem não conviver bem, é importante estar atento a dicas que podem ajudar seus animaizinhos a serem amigos.

Cães e gatos podem sim ser amigos! 

Ainda há pessoas que não acreditam nisso, mas é mais do que certo que cães e gatos podem sim ser amigos! Mas é claro que a amizade não é simplesmente coloca-los frente a frente e ver no que dá. Para ter amizade entre nos bichinhos a criação é um fator importante e paciência também, porque como costumam ser territorialistas.

Os gatos costumam ficar assustados com a presença de um cão novo em casa, mas em menos de uma semana eles vão se adaptando e aprendendo a conviver e as vezes até a brincar um com o outro. Já quando o cachorro é quem tem que aceitar o novo gatinho, o cuidado deve ser um pouco maior. O cachorro pode ser tanto territorialista e demorar mais para aceitar o gatinho, como pode ser curioso e ir atrás do bichano mesmo ele não querendo.

O mais importante para a adaptação é dar tempo. Convivendo juntos, com os mesmos donos e o mesmo amor, logo aparecem brincando juntos pela casa.

É preciso ensinar para o cão que o gato é da família 

O que mais influencia na hora de o cão não fazer amizade com o gato é seu instinto de caçador e seu territorialismo. Algumas raças são mais do que outras, por isso é muito importante conhecer a personalidade do seu cão antes de colocar um gatinho em casa.

Mesmo com essas características marcadas no seu dog, ainda não é impossível ter um bichano em casa. Mas para que isso seja possível você vai precisar de muita paciência e dedicação para ser criado um ambiente de harmonia e pacificação entre eles.

O cachorro precisa entender que o gato também faz parte da família e que ele não pode machuca-lo. Principalmente os cães grandes, que as vezes até se adaptam ao gatinho, mas acabam machucando o pequeno por não ter noção de sua força. Por isso, esteja sempre atento aos dois no começo e não deixe-os sozinhos juntos.

Como auxiliar na interação dos dois? 

Antes de qualquer coisa, eles precisam estar na mesma altura dos olhos um do outro e você precisa ter controle sobre os dois para que nenhum acidente aconteça e para que eles se sintam seguros. Caso haja traços de medo ou agressividade, separe os animais e tente mais tarde. Não force a adaptação! O melhor é você ter paciência e esperar o tempo que for necessário para apresentar o novo animal.

Para quem tem mais de um cachorro em casa, não apresente o gato para os dois juntos. Sempre acostume o gato com os cães separados para depois deixa-los se juntarem. A união do gato e do cachorro deve ser feita por alguns minutos todos os dias – em pouco tempo você verá que eles se sentirão mais relaxados e acostumados com a presença um do outro.

A melhor técnica para a adaptação de ambos é a associação positiva. Sempre que ambos estiverem juntos ou sentido o cheiro um do outro, associe essa interação com petiscos, carinhos, brinquedos preferidos e atenção. Com isso, a lembrança que eles criam do amigo são coisas boas e não ariscas ou amedrontadoras.

Para uma boa interação com o pet antigo e um novo que chegou, seja os dois cachorros, os dois gatos ou um gato e um cachorro, a gente fez um texto próprio para isso que pode te auxiliar com mais detalhes. Leia o post “Como fazer o gatinho novo ser aceito pelo mais velho”

A melhor opção para quem quer ter um cachorro e um gato em casa e ainda não tem nenhum é pegar os dois bichinhos no mesmo momento. Quando os filhotes crescem juntos, eles acabam aprendendo a brincar e conviver junto de acordo com seu crescimento e acabam sendo amigos sem muito esforço do dono.

 

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *