Fique por dentro de 15 Curiosidades sobre gatos

Quem tem um amigo felino em casa sabe como ele pode transformar nossas vidas. Apesar de muitas pessoas julgarem os gatinhos como seres que não se importam com os humanos, eles são ótimos companheiro e podem até mesmo nos tranquilizar durante o sono. Bacana, não é?

Curiosidades como essas nos ajudam entender melhor o comportamento dos nossos felinos, e justamente isso que o post de hoje propõe. Fique por aqui e conheça as 15 curiosidades sobre gatos que a Líder da Matilha preparou para você!

1- Gatos domésticos são mais antigos do que parece

Os gatos acompanham a humanidade há muito mais tempo do que imaginamos. A convivência amiga entre gatos e humanos é comum e já datada de muitos anos, acredita? Pois é, no Chipre, pesquisadores encontraram sinais de um gato doméstico com mais de 9.000 anos. Será que nesse caso as 7 vidas contam?

Outra curiosidade brinde é que, essas criaturinhas fofas possuem um número muito grande de raças, inclusive algumas que ainda nem foram catalogadas. Acesse nosso post sobre o assunto e conheça as mais populares.

2- Gato preto definitivamente não dá azar

Esse preconceito vem da idade média e não faz sentido nenhum. A ideia cresceu na época da “idade das trevas” e imprimiu nos felinos “all black” um sentido ruim e de má sorte. Vale ressaltar que, em países como Austrália e Reino Unido, os gatos pretos são sinal de boa sorte. Essa curiosidade você não esperava né?

Gato na cor preta olhando para frente com um brinquedo colorido entre as patas

3- O ronronar do gato faz bem para a saúde

Isso mesmo que você leu: o ronronar do seu gato pode ser um poderoso agente terapêutico! Isso porque alguns cientistas acreditam que vibrações fracas, entre 18 Hz e 38 Hz, podem auxiliar nosso organismo, inclusive potencializando a recuperação de tecidos e ossos.

O barulho emitido pelos gatos gira em torno de 20 e 140 hertz. Agora você tem mais um motivo para não tirar o bichano do colo quando ele começa a ronronar! A comunidade científica ainda não tem certeza de como os gatos ronronam, acredita-se que o felino faz suas cordas vocais vibrarem em uma região muito funda da garganta.

4- O amor por gatos já tem nome

Como assim? Isso mesmo, quem é apaixonados por gatos ganhou a alcunha de ailurofilico. Se você quer dizer que ama gatos de uma forma inteligente, use a palavra ailurofilia. Ela vem do grego e se forma a partir de dois elementos: ailuros (gato) e philos (amor ou paixão). Talvez você precise treinar a pronúncia algumas vezes, mas tá valendo dizer também um simples “ah, eu amo gatos!”.

5- Gatos não são muito fãs de doces

Isso acontece porque os gatos simplesmente não sentem o sabor doce. Os gatos sofrem de uma deficiência genética que faz com que sua língua não tenha receptores de açúcar. Também há uma lista de alimentos que os felinos não podem comer de jeito nenhum e, caso haja a ingestão, é necessário prestar atenção no comportamento do seu bichinho e ficar atento a mudanças na rotina. Caso isso ocorra, corra para o veterinário!

6- Os gatos selvagens continuam por aí

Eles são um pouco raros, mas ainda existem na natureza. O caracal por exemplo, é um animal da família dos felinos encontrados em lugares como Ásia menor e África. Eles também são conhecidos como lince-do-deserto ou lince-persa e podem chegar a pesar 18 quilos.

Gato selvagem na cor caramelo em meio à natureza

Mesmo com esse peso enorme, o gato caracal não está nem perto do felino mais pesado da terra: o tigre siberiano. Esse felino extremamente bonito, pode chegar a pesar incríveis 300 quilos ou mais. Para completar às curiosidades em relação ao peso dos gatos, vale citar também o menor da espécie: o gato de Singapura. Eles pesam cerca de 1,8 quilos e não passam dos 4.

7- Gatos podem prevenir alergias

Essa é sem dúvida uma das grandes vantagens de se ter um gato. Estudos indicam que os bichanos podem prevenir alergias em crianças com menos de um ano de vida, e não para por aí! As pesquisas feitas durante o estudo ainda mostraram uma melhora na resistência à pólen e poeira.

8- Os gatos podem te deixar mais feliz

Estudos feitos pela Universidade de Minessota nos EUA analisam a saúde de tutores de gato, para saber qual o impacto dos bichanos em nossas vidas. Resultado? O estudo mostraram que essas pessoas possuem 30% menos chances de ter um ataque cardíaco. Além de oferecer amor e carinho, os gatos ainda impactam positivamente em nossa saúde!

Mulher beijando o nariz de um gato branco com mescla marrom

9- Gatos são mais leais do que você pensa

Essa curiosidade vem, especialmente, para desmitificar a ideia de que os gatos não se importam com seus tutores, muito pelo contrário. Outra universidade Estadunidense, dessa vez no estado do Oregon, ajudou a desfazer esse preconceito.

Pesquisadores comprovaram que os felinos se sentem desconfortáveis quando o tutor não está por perto. Assim, quando você chega em casa, seu amigo peludo fica muito mais tranquilo. Os gatos realmente se importam com sua família e, principalmente, com seu tutor.

10- O gato passa a maior parte da vida dormindo

Essa curiosidade vem para comprovar que seu bichano realmente gosta de dormir. Os gatos caseiros podem chegar a dormir 16 horas por dia, podendo ficar um terço da vida dormindo. Assim, se seu gato viver 9 anos, apenas 3 serão com os olhinhos abertos. Isso não se aplica a todos os felinos, já que o tempo médio gira entre 12 e 16 horas.

Gato deitado em uma almofada dormindo tranquilamente

11- Os gatos se apegam ao ambiente

Se você é um tutor de gato e já teve que se mudar, provavelmente teve dificuldade para levar seu bichano. Isso acontece porque os gatos se apegam ao lugar em que moram, talvez até mais que os humanos. Por isso, tenha calma durante a mudança e dê um tempo para o felino se adaptar ao novo lar.

12- Seu felino com certeza não precisa de GPS

Cientistas acreditam que os gatos possuem células magnéticas no cérebro que funcionam quase como uma bússola. Mas isso ainda não é comprovado, tá? Tal fato explicaria porque os gatos acham tão facilmente o caminho de casa.

Alguns especialistas ainda levantam a hipótese de que o bichano consegue utilizar a luz do sol para encontrar sua casa. Isso se deve ao ângulo que os raios solares realizam durante o dia. Essa facilidade para se encontrar já possui até nome: psi-viagem.

13- Gatos são muito flexíveis

Você deve estar pensando “essa curiosidade eu já sabia” não é mesmo? Mas sabe qual o motivo para tanta flexibilidade? É bem simples: o gato não possui clavícula. Esse osso fica na parte superior do tórax em seres humanos é tem um formato de S.

Ao invés disso, o organismo do gato gera uma pequena cartilagem que liga os músculos. Por isso seu gatinho consegue entrar em praticamente qualquer espaço que permita a entrada da cabeça. Esse é um dos motivos para a fama do gato sempre cair em pé. Seu corpo é extremante flexível e ágil, além do bichinho também conseguir dar passos mais largos.

14- Seu gato daria um ótimo padeiro

Os gatos realizam um movimento muito peculiar, que ficou conhecido como “amassar pão”. A curiosidade aqui é que os felinos fazem isso em seus tutores porque se sentem acolhidos. Esse movimento era feito pelos pequenos durante a amamentação e permaneceu como uma lembrança muito forte nos gatos. Se seu bichano fica “amassando pão” em você, provavelmente está se sentindo muito seguro, amado e feliz!

15- O gato tem uma temperatura bem específica

Para finalizar as curiosidades sobre felinos da melhor forma, trouxemos uma informação que pode ser útil para a saúde do seu gato! A temperatura ideal para o corpo dos felinos é entre 38 e 39 graus, acima ou abaixo disso quer dizer que algo está errado. Se isso estiver acontecendo com o seu felino, não hesite em levá-lo ao veterinário.

Gostou das curiosidades sobre os felinos? Se você ainda não tem um gatinho em casa, agora, não pode dizer que é por falta de motivos. Compartilhe esse conteúdo com seus amigos que também amam gatos, eles com certeza vão gostar.

Obrigado e até a próxima!

Deixe um comentário